Posts

Vídeo do Dia da Criança



Grupo Cavala – Dia Internacional da Criança

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Criança, no domingo, dia 4 de junho, o Grupo Cavala fez-se grande na vontade e promoveu momentos de animação junto dos mais pequenos.

Dia Internacional da Criança


No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Criança, no domingo, dia 4 de junho, o Grupo Cavala fez-se grande na vontade e promoveu momentos de animação junto dos mais pequenos.


Entre as 14 e as 19 horas, o parque central do Miratejo, junto à Alameda 25 de Abril, foi palco de um encontro de famílias alargadas, onde as crianças foram convidadas a dar largas à brincadeira, desta feita entre duas bandeiras: a bandeira verde escuro e vermelho escarlate de sete castelos e cinco quinas e a bandeira azul com duas faixas brancas, uma faixa vermelha e dez estrelas amarelas.



” O melhor ‘brinquedo’ que se pode dar a uma criança é outra criança para brincar”, relembra o dizer antigo. E neste sentido, a meu ver, joga sempre a favor, quando as crianças se juntam num espaço aberto ao convívio saudável com novos pares e vontades acrescidas – a rapidez com que os mais novos sabem arranjar novos amigos, continua a surpreender sempre.



Nunca é demais relembrar que, em 20 de novembro de 1989, as Nações Unidas adotaram por unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança, e que são quatro os pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros direitos das crianças:
a não discriminação; o interesse superior da criança; a sobrevivência e desenvolvimento; e a opinião da criança.


As famílias e as crianças, em especial, agradecem ao Grupo Cavala este pequeno gesto feito vontade no todo. Vontade na animação musical, nas pinturas faciais, no jogo da apanhada, nos toques de bola, nas conversas trocadas e no lanche ofertado. E porque tanto a criançada, como os outros também merecem, um dedinho de ilusionismo do Mágico das Ilhas, também se fez vontade.

Corsa Fortes, 5 de junho de 2017


Este slideshow necessita de JavaScript.


A Feiticeira e a Pombinha II

PARTE DOIS



Narrativas e Contos Cabo-Verdianos

Segunda parte do video “A Feiticeira e a Pombinha”, com Narração de Zenaida Medina, no âmbito do II Encontro Internacional de Narração Oral da Lusofonia, Aqu’Alva Estória.

“Narrativas e Contos Cabo-verdianos”, da autoria de Manuel Bonaparte Figueira, promove um trabalho de recolha de alguns contos do universo cabo-verdiano. Nele encontramos histórias como, “O Feiticeiro de Santo Antão”, “O Pacto Para Além da Morte”, “A Feiticeira e a Pombinha”, “Nha Rosa do Monte Verde”, “A Lenda do Homem de Pés de Cabra”, entre outras histórias e lendas.

A Feiticeira e a Pombinha



Narrativas e Contos Cabo-Verdianos

No âmbito do II Encontro Internacional de Narração Oral da Lusofonia, Aqu’Alva Estória, tivemos o privilégio de ouvir a Zenaida Medina, uma figura importante do teatro cabo-verdiano e da narração oral, narrar uma adaptação da história “A Feiticeira e a Pombinha”. A narradora vive em Mindelo e faz parte da Associação Artística e Cultural Mindelact.

Neste propósito, é de todo pertinente referenciar o trabalho etnográfico, “Narrativas e Contos Cabo-verdianos”, de 1968, da autoria de Manuel Bonaparte Figueira, onde podemos encontrar histórias como, “O Feiticeiro de Santo Antão”, “O Pacto Para Além da Morte”, “A Feiticeira e a Pombinha”, “Nha Rosa do Monte Verde”, “A Lenda do Homem de Pés de Cabra”, entre outras histórias e lendas.

O vídeo da história “A Feiticeira e a Pombinha”, com a narração de Zenaida Medina esta dividido em duas partes com cerca de 10 minutos, cada.

%d bloggers gostam disto: